sexta-feira, 19 de maio de 2017

Mega Man Xtreme 2


Mega Man Xtreme 2 (Capcom, Game Boy Color) - Lançado em 19 de Julho de 2001 como Rockman X2: Soul Eraser (ロックマンX2 ソウルイレイザー) no Japão, este título é outro spin-off da série Mega Man X e uma sequencia direta para o primeiro Mega Man Xtreme. Chegou aos Estados Unidos em Novembro de 2001 e na Europa em 08 de Fevereiro de 2002.

MMXtreme 2 se passa durante o Século XXII, em um ano desconhecido 21XX, entre os eventos de Mega Man X3 e Mega Man X4. As "DNA Souls" de robôs conhecidos como Reploids em todo o mundo estão sendo roubadas por um par de vilões numa tentativa de criar um exército de Mavericks mortos-vivos. Os Maverick Hunters X e Zero vão atrás deles, agora com a ajuda de sua mais nova aliada Iris. O jogo foi melhor recebido que o primeiro devido as suas melhorar significativas em relação à ele.

Em 25 de Dezembro de 2013 o jogo ficou disponível no Virtual Console japonês do Nintendo 3DS através da Nintendo eShop. Logo após ficou disponível na América do Norte em 29 de Maio de 2014 e em 11 de Setembro de 2014 na Europa.

Mega Man Xtreme

 

Mega Man Xtreme (Capcom, Game Boy Color) - Lançado em 20 de Outubro de 2000 no Japão como Rockman X: Cyber Mission (ロックマンX サイバーミッション), é um jogo desenvolvido pela Capcom exclusivamente para o portátil Game Boy Color. Ele é um spin-off da série Mega Man X, que se originou no Super Nintendo.

MMXtreme trás a mesma jogabilidade das versões de mesa. Um jogo de ação-plataforma no qual é necessário atravessar uma série de fases, obtendo vários power-ups como partes da armadura e derrotando o chefe de cada fase, assimilando a sua arma principal. O jogo trás fases, inimigos e chefes de Mega Man X e Mega Man X2 para o Super Nintendo. Os críticos em grande parte elogiaram muito pouco o jogo, achando que a jogabilidade era bem familiar mas os problemas gráficos e a alta dificuldade do jogo atrapalhavam a experiência. Esse jogo foi seguido de uma continuação direta também no Game Boy Color, intitulada Mega Man Xtreme 2.

Em 2013, MMExtreme foi lançado no Virtual Console através do eShop japonês para Nintendo 3DS. No ano seguinte, ficou disponível também na Europa e América do Norte.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Mega Man X6

 

Mega Man X6 (Capcom Production Studio 3, PlayStation) - Lançado em 29 de Novembro de 2001 como Rockman X6 (ロックマンX6) no Japão, este é o sexto jogo da série Mega Man X. O jogo foi lançado logo em seguida na América do Norte em 04 de Dezembro de 2001 e em 08 de Fevereiro de 2002.

A história de Mega Man X6 se passa durante o Século XXII aonde humanos e robôs inteligentes chamados "Reploids" vivem juntos. O jogo segue os eventos logo após os acontecimentos de Mega Man X5 no qual o planeta Terra foi devastado por um ataque feito pelo líder dos Maverick, Sigma, e o protagonista Zero sacrificou a própria vida para impedi-lo. Enquanto o mundo se recuperava, um Maverick conhecido apenas como "Zero Nightmare" começou a espalhar o caos. O companheiro de Zero, Mega Man X, curioso com o seu nome, sai em busca dessa nova ameaça. Como em jogos anteriores da série, Mega Man X6 é um jogo de ação-plataforma no qual o jogador encara uma série de fases e adiciona armas únicas de cada chefe ao arsenal de X.

O artista e produtor proeminente da série, Keiji Inafune, não esteve envolvido na produção do jogo, uma vez que ele pretendia que o X5 fosse o último jogo da série e acabasse com a morte de Zero. Em suas análises, MMX6 foi recebido com opiniões mistas à positivas. O jogo também foi lançado para Windows em 13 de Dezembro de 2002 na Coreia do Sul e em 13 de Junho de 2003 na Austrália. Ele também foi relançado em 10 de Janeiro de 2006 na coletânea norte-americana Mega Man X Collection para Gamecube e PlayStation 2. MMX6 ficou disponível na PlayStation Network a partir de 08 de Julho de 2015 no selo PSOne Classics apenas no Japão.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Mega Man X5


Mega Man X5 (Capcom Production Studio 3, PlayStation) - Lançado em 30 de Novembro de 2000 no Japão como Rockman X5 (ロックマンX5), este é o quinto jogo da série Mega Man X. Chegou ao ocidente em 01 de Fevereiro de 2001 na América do Norte e em 03 de Agosto de 2001 na Europa.

MMX5 se passa no Século XXII em um mundo aonde humanos coexistem com androides humanoides chamados "Reploids". A vida diária é constantemente ameaçada pelos Reploids que se transformam em "Maverick" e participam de crimes perigosos e mortais. Depois dos eventos de Mega Man X4, o líder dos Maverick, Sigma, foi revivido e procura desbloquear o verdadeiro poder do antigo Maverick Zero e destruir o herói Mega Man X no processo. Para deixar as coisas ainda piores, a colônia espacial Eurasia foi colocada em rota de colisão com a Terra e em 16 horas vai alcançar o seu "destino". Cabe a X e Zero impedir Sigma mais uma vez e salvar o planeta da destruição.

Como seus antecessores, MMX5 é um jogo de ação-plataforma no qual o jogador controla qualquer um dos protagonistas em uma série de 8 fases selecionáveis e ganha a habilidade especial do chefe de fase. Entretanto, o jogo agora oferece um número limitado de tentativas antes do jogador ter que lidar com a colônia.

De acordo com o produtor da Capcom, Keiji Inafune, Mega Man X5 foi produzido para ser o último título da saga Mega Man X. A recepção dos críticos foi bem morna, com muitos deles concordando que a velha fórmula de jogabilidade satisfazia apenas os fãs mais radicais da série. MMX5 foi adaptado para PCs em 2001 em quase todas as regiões. Ele também foi relançado em 10 de Janeiro de 2006 como parte da coletânea norte americana Mega Man X Collection para PlayStation 2 e Gamecube. O jogo também ficou disponível na PlayStation Network através da linha PSOne Classics compatível com PlayStation 3, PlayStation Vita e PSP em 09 de Setembro de 2014 na América do Norte e em 17 de Dezembro de 2014 no Japão.

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Mega Man X4


Mega Man X4 (Capcom, PlayStation/Saturn) -  Lançado em 01 de Agosto de 1997 no Japão simultaneamente no PlayStation e no Sega Saturn como Rockman X4 (ロックマンX4), este é o quarto jogo da série Mega Man X e o segundo à ser lançado nas plataformas supracitadas. Pouco mais de um mês depois, o jogo foi lançado na América do Norte também nas duas plataformas, porém não no mesmo dia como aconteceu no lançamento original.

A série Mega Man X se passa no Século XXII, em uma sociedade habitada por humanos e robôs inteligentes chamados "Reploids". Uma força militar chamava de "Maverick Hunters" é implementada para suprimir a revolta dos "Mavericks", Reploids que começam a exibir comportamento perigoso e destrutivo. Mega Man X4 segue dois dos tais caçadores, Mega Man X e Zero, e o seu envolvimento no conflito entre os Maverick Hunters e o novo exército Reploid chamado de "Repliforce". MMX4 é um jogo de ação-plataforma nos mesmos moldes dos lançamentos anteriores da série. É necessário completar um conjunto de 8 fases na ordem que bem desejar enquanto se enfrenta inimigos, coleta power-ups e obtém a arma especial de cada chefe de fase. Diferente dos jogos anteriores, MMX4 permite que se escolha entre os 2 protagonistas no começo do jogo: X, que utiliza os seus tradicionais ataques de longa distância; ou Zero, que empunha uma espada de curto alcance.

A recepção dos críticos para Mega Man X4 foi no geral positiva. Eles elogiaram a possibilidade de se jogar com X ou Zero, um conceito que muitos acharam que expande o já cansativo conceito de jogabilidade da franquia durante os seus primeiros jogos. Além das versões console o jogo foi lançado no Windows em todo o mundo em 1998 e 1999 e em celulares japoneses em 2011 e 2012. O jogo também está incluso na coletânea norte americana Mega Man X Collection, lançada para PlayStation 2 e Gamecube em 2006. Mega Man X4 também está disponível desde 2014 na PSN da América do Norte e Japão compatível com PlayStation 3, PlayStation Vita e PSP.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Mega Man X3

 

Mega Man X3 (Capcom, Super Nintendo) - Lançado em 01 de Dezembro de 1995, Mega Man X3, foi lançado como Rockman X3 (ロックマンX3) no Japão e é um jogo da Capcom desenvolvido inicialmente para o Super Nintendo. Chegou ao ocidente em 1996 e é o terceiro jogo da série Mega Man X, sendo também o último título da série à ser lançado no Super Nintendo. MMX3 se passa em um futuro fictício aonde o mundo é habitado por humanos e robôs inteligentes chamados de "Reploids". Assim como os seus criadores humanos, alguns Reploids se envolvem em crimes destrutivos e são marcados como "Mavericks". Depois de derrotar 2 vezes o líder dos Mavericks, Sigma, os heróis X e Zero devem lutar contra um Reploid cientista chamado Dr. Doppler e a sua utopia de seguidores Maverick.

MMX3 segue a tradição de ambas séries Mega Man original e Mega Man X como um jogo de ação-plataforma padrão. É necessário progredir em uma série de 8 fases em qualquer ordem coletando vários power-ups e obtendo a arma especial de cada chefe de fase. Mega Man X3 é o primeiro jogo da série no qual Zero é um personagem controlável (mesmo que de forma limitada) além de X. Assim como o seu antecessor Mega Man X2, X3 apresenta o chip Cx4 para permitir gráficos vetoriais 3D limitados e efeitos de transparência. Uma versão 32-bit de MMX3 foi lançada no PlayStation, Sega Saturn e Windows em vários países. Essa versão foi incluída na coletânea norte-americana Mega Man X Collection em 2006. Uma versão para 3DO chegou a ser desenvolvida e completada para lançamento simultâneo com o PlayStation e Saturn, mas por alguma razão a Capcom decidiu cancelar o lançamento na última hora e essa versão se tornou uma das maiores raridades da série Mega Man X. O jogo também foi lançado para celulares japoneses em 2010.

Os críticos receberam Mega Man X3 com notas acima da média. Entretanto, o jogo, particularmente a versão 32-bit, recebeu diversas críticas pela falta de melhorias na série. A Capcom anunciou que MMX3 iria ser lançado no Virtual Console do Nintendo Wii U em 2014. Foi finalmente lançado em 28 de Agosto de 2014 na América do Norte, 08 de  Outubro de 2014 no Japão e na Europa em 06 de Novembro de 2014. Em 10 de Novembro de 2016 foi a vez do New Nintendo 3DS receber o jogo na sua loja virtual.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Mega Man X2


Mega Man X2 (Capcom, Super Nintendo) - Lançado em 16 de Dezembro de 1994, MMX2 é um jogo desenvolvido pela Capcom para o Super Nintendo. Foi lançado primeiramente no Japão como Rockman X2 (ロックマンX2) e chegou em 1995 nos Estados Unidos e Europa. O jogo se passa em um futuro próximo aonde os humanos tentam coexistir pacificamente com robôs inteligentes chamados "Reploids", com alguns desses Reploids virando "Mavericks" e ameaçando as suas vidas diárias. A história segue o protagonista androide "X", um "Maverick Hunter" que salvou a humanidade do malvado Sigma 6 meses atrás. Um trio de Mavericks chamados de "X-Hunters" apareceu e, com a intenção de destruir X, preparam uma armadilha para ele com as partes da armadura de Zero, que morreu no conflito com Sigma.

MMX2 trás os mesmos elementos de ação-plataforma do primeiro jogo da série, seguido o estilo tradicional de jogabilidade da série Mega Man original. É necessário completar uma série de fases destruindo os inimigos, obtendo vários power-ups e ganhando a arma especial de cada chefe de fase. Como no primeiro Mega Man X, é possível usar o escorregão, escalar paredes e obter acesso à habilidades especiais via peças de armaduras opcionais. MMX2 é graficamente similar ao seu predecessor também, mas a Capcom incluiu o chip de processamento Cx4 no cartucho para permitir efeitos 3D via wireframes. O time de desenvolvimento foi instruído à utilizar essa tecnologia o máximo que pudessem quando estavam trabalhando no jogo.

A representação e a jogabilidade de Mega Man X2 foram os quesitos mais elogiados pelos críticos. Entretanto, eles se sentiram desanimados com a falta de mudanças significativas em relação ao primeiro jogo da série. Mega Man X2 foi incluído na coletânea Mega Man X Collection para Gamecube e PlayStation na América do Norte em 2006. O jogo também foi lançado em celulares japoneses em 2008 e 2009 e no mundo inteiro no Virtual Console em 2011/2012 no Nintendo Wii e em 2013/2014 no Nintendo Wii U.

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Mega Man X


Mega Man X (Capcom, Super Nintendo) - Lançado em 17 de Dezembro de 1993, MMX é um jogo de uma nova série desenvolvida pela Capcom para o Super Nintendo e foi o primeiro jogo da franquia Mega Man para um console 16-BIT, além de ser o primeiro título da série Mega Man X, um "spin-off" da série Mega Man original que foi lançada anteriormente no NES. Intitulado "Rockman X" (ロックマンX) no Japão, o jogo foi lançado primeiramente lá e só chegou no ocidente no ano seguinte.

A história do jogo se passa um século após a série Mega Man original. MMX se passa em um mundo futurístico habitado por humanos e "Reploids", robôs capazes de pensar, sentir e crescer como seus criadores humanos. Por causa desses atributos complexos, vários Reploids são capazes de causar destruição, atividades criminosas e quando fazem isso passam a ser chamados de "Mavericks". O protagonista do jogo, Mega Man X, é um androide membro de uma força especial militar chamada "Maverick Hunters". Com a ajuda de seu parceiro Zero, X deve interromper os planos de Sigma, um poderoso líder Maverick que deseja trazer um fim à humanidade.

Com a transição para um hardware mais avançado, o artista Keiji Inafune explicou na época que o desenvolvimento de MMX envolveu reinventar Mega Man através de uma jogabilidade mais complexa e uma história mais madura, enquanto se tentava manter os conceitos básicos nos quais a franquia se consolidou. Assim como os jogos que vieram antes deste, MMX é um jogo de ação/plataforma padrão aonde é necessário completar 8 fases iniciais na ordem que lhe convém. Derrotando o "chefe" no final de cada fase que garante ao jogador uma nova arma quando é derrotado e pode ser utilizada no resto da campanha.

O título também adiciona uma gama de novidades e mudanças radicais da série original assim como a possibilidade de "dash" no chão, escalar muros e obter melhoramentos para a armadura principal que garante novas habilidades.

Mega Man X foi recebido com críticas positivas pela sua jogabilidade, músicas e gráficos, assim como a sua tentativa de renovar a "envelhecida" franquia Mega Man. Com o grande sucesso comercial do título no SNES, ele foi subsequentemente adaptado para PC (DOS) e dispositivos móveis, além da coletânea Norte Americana "Mega Man X Collection" para Nintendo Gamecube e PlayStation 2 e os relançamentos digitais no serviço Virtual Console para Nintendo Wii e Wii U. Um remake foi lançado para PSP chamado "Mega Man: Maverick Hunter X" no ocidente e "Irregular Hunter X" no Japão.

sexta-feira, 31 de março de 2017

Mega Man X (Série)

Imagem retirada do devianart do autor ShinSoulThief.
Link: http://shinsoulthief.deviantart.com/art/Mega-Man-X-Wallpaper-544795328

O primeiro jogo da série Mega Man X foi lançado em 1993 no Japão para o Super Nintendo. Buscando dar uma melhorada na série com um roteiro mais bem trabalhado, diálogos durante as fases e novos recursos de jogabilidade visando deixar o jogo mais rápido e técnico, Tokuro Fujiwara e seu time de desenvolvimento não encontraram nenhuma barreira de limitação quando iniciaram a produção do jogo no Super Nintendo e conseguiram alcançar tudo aquilo que eles almejavam para o jogo - com exceção do personagem Zero, que Keiji Inafune projetou para ser o protagonista mas a Capcom ficou com receio que uma mudança tão radical na jogabilidade fosse afastar os jogadores dessa nova série.

A história continua aproximadamente um século após os acontecimentos de Mega Man V, o último título da série produzido pela equipe "principal" da Capcom no NES, e trás um novo robô com pensamentos e morais próprias projetado pelo próprio Dr. Light para proteger o mundo de qualquer ameaça à paz. Em 13 anos de lançamentos, a série chegou também aos consoles de mesa 32-BIT, computadores pessoais, portáteis e finalmente chegou ao plano 3D na sexta geração de consoles. Foi uma grande escalada por um caminho tortuoso que levou à série a um "hiato" indefinido pela empresa até o momento - em questão de jogos, pelo menos.

Para o blog, eu separei cada um dos 8 jogos da série principal com a maior quantidade de detalhes e conteúdo oficial que pude coletar e também não esqueci dos 2 jogos da série de spin-offs para o Game Boy Color, a coletânea exclusiva da América do Norte que trazia além dos seis primeiros jogos da série um jogo que nunca havia sido lançado naquela região (Mega Man Battle & Chase) e também o RPG Mega Man X: Command Mission e o último jogo da série produzido até o momento: Mega Man Maverick Hunter X. Fechando a programação temos "Maverick Hunter", um FPS baseado na série que seria produzido sob a tutela da Capcom que nunca chegou a ver a luz do dia.