sexta-feira, 12 de maio de 2017

Mega Man X6

 

Mega Man X6 (Capcom Production Studio 3, PlayStation) - Lançado em 29 de Novembro de 2001 como Rockman X6 (ロックマンX6) no Japão, este é o sexto jogo da série Mega Man X. O jogo foi lançado logo em seguida na América do Norte em 04 de Dezembro de 2001 e em 08 de Fevereiro de 2002.

A história de Mega Man X6 se passa durante o Século XXII aonde humanos e robôs inteligentes chamados "Reploids" vivem juntos. O jogo segue os eventos logo após os acontecimentos de Mega Man X5 no qual o planeta Terra foi devastado por um ataque feito pelo líder dos Maverick, Sigma, e o protagonista Zero sacrificou a própria vida para impedi-lo. Enquanto o mundo se recuperava, um Maverick conhecido apenas como "Zero Nightmare" começou a espalhar o caos. O companheiro de Zero, Mega Man X, curioso com o seu nome, sai em busca dessa nova ameaça. Como em jogos anteriores da série, Mega Man X6 é um jogo de ação-plataforma no qual o jogador encara uma série de fases e adiciona armas únicas de cada chefe ao arsenal de X.

O artista e produtor proeminente da série, Keiji Inafune, não esteve envolvido na produção do jogo, uma vez que ele pretendia que o X5 fosse o último jogo da série e acabasse com a morte de Zero. Em suas análises, MMX6 foi recebido com opiniões mistas à positivas. O jogo também foi lançado para Windows em 13 de Dezembro de 2002 na Coreia do Sul e em 13 de Junho de 2003 na Austrália. Ele também foi relançado em 10 de Janeiro de 2006 na coletânea norte-americana Mega Man X Collection para Gamecube e PlayStation 2. MMX6 ficou disponível na PlayStation Network a partir de 08 de Julho de 2015 no selo PSOne Classics apenas no Japão.


História

Ao optar por lançar o X6, a Capcom acabou comprometendo a continuidade da série. Eventos que aconteceram no X5 eram fundamentais para a nova série do Inafune, Mega Man Zero, e o roteiro do jogo "interferiu" nisso.

Três semanas após a queda da colônia Eurasia, a superfície da Terra está gravemente danificada e os humanos foram forçados à viver no subsolo para sobreviver à poluição. Reploids foram enviados à superfície para tentar deixá-la habitável novamente. Não havia traços de Mavericks por alguns dias, então os Maverick Hunters ajudaram a limpar o mundo. Gate, um cientista Reploid que já foi amigo de Alia, aparece no local da queda de Eurasia e encontra algo fora do comum. Depois disso, Gate enlouquece e uma estranha série de eclosões Mavericks ocorrem. Quando X é chamado para impedir o gigante Mechaniloid, ele vê uma figura roxa que se parece muito com Zero. Ao mesmo tempo, um poderoso Reploid chamado High Max aparece e diz estar investigando o "Zero Nightmare", e eles lutam. Entretanto, High Max se prova muito forte e X não pode causar nenhum dano à ele com o seu X-Buster.

Um Reploid chamado Isoc faz um anuncio dizendo que o fantasma de Zero, Zero Nightmare, está por trás do novo "Nightmare Phenomena". Ele envia 8 Reploids para investir áreas com grandes distúrbios que se suspeita que foram infectadas pelo Nightmare para descobrir o mistério por trás dele e deletar o fantasma de Zero, sendo esta missão liderada por High Max. Isoc também chama voluntários para ajudá-lo. X sai em busca das áreas suspeitas para investigar o Nightmare, derrotar os Mavericks e resgatar os Reploids que se voluntariaram à ajudar.


Chefe Inicial

D-1000
HP: 32
Dano: 3:4:5 (Tiro Quádruplo);
4:6:7 (Contato, Pilar de Energia)
Ponto Fraco: X-Buster


Mavericks

Commander Yammark [ コマンダー・ヤンマーク ]
Dublado por: Wataru Takagi
HP: 32-48
Arma Obtida: Yammar Option
Dano: 1:2:2 (Yammar Option, Projétil, Bomba); 3:4:5 (Contato)
Ponto Fraco: Ray Arrow (X); Rekkoha (Zero)

Ground Scaravich [ グランド・スカラビッチ ]
Dublado por: Takeshi Aono
HP: 40
Arma Obtida: Ground Dash (X); Sentsuizan (Zero)
Dano: 3:4:5 (Contato, Pedras); 6:8:10 (Rocha Grande);
12:16:20 (Rocha Gigante)
Ponto Fraco: Yammar Option

Blaze Heatnix [ ブレイズ・ヒートニックス ]
Dublado por: Shin'ichirou Miki
HP: 48-56
Arma Obtida: Magma Blade (X); Shouenzan (Zero)
Dano: 3:4:5 (Contato, Pedra Vulcânica); 4:6:7 (Onda de Calor);
6:8:10 (Blazing Phoenix); 12:16:20 (Magma Roxo)
Ponto Fraco: Ground Dash (X); Sentsuizan, Ensuizan, Hyourouga (Zero)

Blizzard Wolfang [ ブリザード・ヴォルファング ]
Dublado por: Hideo Ishikawa
HP: 48-54
Arma Obtida: Ice Burst (X); Hyoroga (Zero)
Dano: 3:4:5 (Contato, Ice Burst) 4:6:7 (Estaca)
Ponto Fraco: Magma Blade (X); Shouenzan (Zero)

Rainy Turtloid [ レイニー・タートロイド ]
Dublado por: Hideo Ishikawa
HP: 56-64
Arma Obtida: Meteor Rain (X); Ensuizan (Zero)
Dano: 3:4:5 (Míssil, Meteor Spring);
4:6:7 (Contato, Casca)
Ponto Fraco: Ice Burst (X)

Metal Shark Player [ メタルシャーク・プレイヤー ]
Dublado por: Mugihito
HP: 48-56
Arma Obtida: Metal Anchor (X); Rakukojin (Zero)
Dano (Ambos): 3:4:5 (Contato, Mergulho, Metal Anchor);
6:8:10 (Cabeçada)
Dano (Apenas X): 3:4:5 (Magna Centipede, Shuriken)
Dano (Apenas Zero): 3:4:5 (Sting Chameleon, Língua de Ferro)
Ponto Fraco: Meteor Rain (X); Ensuizan (Zero)

Shield Sheldon [ シールドナー・シェルダン ]
Dublado por: Hirotaka Suzuoki
HP: 32-48
Arma Obtida: Guard Shell
Dano: 3:4:5 (Guard Shell); 6:8:10 (Concha, Projétil);
7:10:12 (Contato, Shell Bounce, Sheldon Clone, Corner Shell)
Ponto Fraco: Metal Anchor (X); Rakukojin (Zero)

Infinity Mijinion [ インフィニティー・ミジニオン ]
Dublado por: Wataru Takagi
HP: 48-56
Arma Obtida: Ray Arrow (X); Rekkoha (Zero)
Dano: 3:4:5 (Ray Arrow, Bolha); 4:6:7 (Contato, Bolas de Energia);
6:8:10 (Flechas Caindo)
Ponto Fraco: Guard Shell


Outros

Zero Nightmare [ ゼロ ナイトメア ]
Dublado por: Ryotarou Okiayu
HP: 48-52
Dano: 3:4:5 (Z-Buster); 6:8:10 (Shin Messenkou);
7:10:12 (Contato, Z-Saber, Escorregão, Genmurei);
12:16:20 (Denharei)
Ponto Fraco: Z-Saber

Dynamo [ ダイナモ ]
Dublado por: Showtaro Morikubo
HP: 50-66
Dano: 3:4:5 (Contato, Corte); 4:6:7 (Projétil);
6:8:10 (Pilares de Energia)
Ponto Fraco: Meteor Rain (X); Ensuizan (Zero)

High Max [ HI-MAX ]
Dublado por: Norio Wakamoto
HP: 48-56
Dano: 4:6:7 (Bolas Elétricas) 6:8:10 (Contato);
9:12:15 (Death Ball); 0 (Barreira)
Ponto Fraco: Magma Blade (X); Shouenzan (Zero)


Gate's Laboratory

Nightmare Mother [ ナイトメアマザー ]
HP: 124 (62 por olho)
Dano: 3:4:5 (Bola Elétrica, Contato, Olho);
4:6:7 (Contato, Teto, Bola Azul, Tiro); 6:8:10 (Raio)
Ponto Fraco: Metal Anchor (X); Rakukoujin (Zero)

High Max [ HI-MAX ]
Dublado por: Norio Wakamoto
HP: 64
Dano: 4:6:7 (Electric Shield); 6:8:10 (Contato);
9:12:15 (Death Ball, Escudo Duplo)
Ponto Fraco: Magma Blade (X); Shouenzan (Zero)

Gate [ ゲイト ]
Dublado por: Keiji Fujiwara
HP: 58
Dano (Gate): 4:6:7 (Contato); 6:8:10 (Corte de Energia)
Dano (Bola de Energia): 3:4:5 (Contato, Fragmentos, Nightmare Virus)
Ponto Fraco: Seu próprio Sphere Attack

Sigma
HP: 48-56
Dano: 4:6:7 (Bolas Elétricas, Onda de Energia);
7:10:12 (Contato, Tiro)
Ponto Fraco: Metal Anchor (X); Rakukojin (Zero)

Hell Sigma
HP: 127
Dano (Sigma): 7:10:12 (Raio);12:16:20 (Contato);
9:12:15 (Bola de Energia Negra)
Dano (Drones): 1:2:2 (Tiros); 4:6:7 (Contato, Espinho)
Ponto Fraco: Ground Dash/Magma Blade (X);
Ensuizan/Sentsuizan (Zero)


Jogabilidade

Sem grandes mudanças, a jogabilidade se manteve o melhor quesito do jogo.

A jogabilidade é muito parecida com Mega Man X5. É possível jogar com X e a opção de vesti-lo com diferentes armaduras que oferecem habilidades únicas (a maioria da qual deve ser obtida, como sempre, através das cápsulas escondidas do Dr. Light.) Zero pode ser desbloqueado após encontrar e derrotar o Zero Nightmare, trazendo as suas próprias armas e técnicas, incluindo um estilo de luta refinado com o Z-Saber. Ambos os personagens podem ser equipados com vários itens de power-up obtidos através do resgate de certos Reploids.

MMX6 tem uma maior ênfase em resgatar Reploids do que em títulos anteriores da série. Aonde em jogos anteriores recompensavam o jogador com energia ou uma vida extra, MMX6 recompensa com peças adicionais ou outros prêmios permanentes. Resgatar o Reploids é mais difícil por causa da adição do Nightmare, no qual infecta qualquer Reploids, fazendo com que ele seja impossível de resgatar. O sistema de partes também foi alterado. Ao invés de acoplar uma certa parte à uma certa armadura, as partes são acopladas ao próprio personagem. O número de partes que podem ser equipadas de uma vez depende da classificação do jogador.


Desenvolvimento

Nightmare é considerado o Reploids mais criativos da série.

O produtor recorrente da série, Keiji Inafune, não esteve envolvido no desenvolvimento de MMX6. Ele planejava originalmente que o quinto capítulo da série fosse o último devido a morte de Zero no final do jogo. "Eu sempre planejei fazer com que Zero voltasse à vida na série Mega Man Zero, mas o X6 saiu antes, produzido por outra divisão e Zero volta a vida nele. Então eu pensei: 'O que é isso!? Agora a minha história para Zero não faz nenhum sentido! Zero foi trazido de volta dos mortos duas vezes!'" Inafune também sentiu que devia aos fãs um pedido de desculpa pela Capcom ter feito o MMX6, apesar da série estar "seguindo em uma direção fora do (seu) controle" naquele momento.

Haruki Suetsugu, artista que trabalhou em ambos títulos anteriores da série Mega Man X no PlayStation, foi chamado para ser o principal designer de personagens e ilustrador da arte promocional do jogo. Suetsugu achou que a agenda de desenvolvimento de MMX6 foi muito apertada. Como razão disso, ele descreveu o design para os chefes Mavericks como "relativamente simples", e tomou um único caminho ao projetar todos eles: por exemplo, todos os Mavericks tem capacetes e uma joia na testa encontrada no capacete do seu criador, Gate. O design para os personagens também apresentam traços únicos, incluindo Gate como uma "mistura de cientistas e combatentes", High Max sendo "grande e forte" e o inimigo que lembra um DNA, Nightmare.

A trilha sonora de MMX6 foi composta por Naoto Tanaka. O jogo também apresenta as músicas de abertura cantadas "Moon Light" e "The Answer" por Showtaro Morikubo (o dublador de X e Dynamo) e o tema de fechamento "I.D.E.A" por RoST. Esse é um dos poucos jogos da série Mega Man X que a música de abertura é a mesma nas versões Japonesa e Ocidental. Todas as músicas instrumentais e cantadas foram compiladas na coletânea Capcom Music Generation: Rockman X1 ~ X6 Soundtrack lançada pela Suleputer em 2003.

O jogo não foi dublado em outra língua além do japonês, e o lançamento Norte Americano e Europeu mantiveram essa dublagem, usando legendas traduzidas para o inglês para contar a história. As faixas de voz para as cutscenes foram completamente removidas quando MMX6 foi relançado na coletânea norte-americana Mega Man X Collection para PlayStation 2 e Gamecube em 10 de Janeiro de 2006, apesar das faixas estarem inclusas no disco.


Recepção

No final das contas, não eram apenas os Reploids que precisavam de resgate. A série já estava bastante desgastada e precisava tomar novos rumos.

No Brasil, poucas revistas cobriram o lançamento do jogo, uma vez que a Ação Games havia sido encerrada na edição 171 de Janeiro de 2002 e só voltaria às atividades oficiais em 2 edições especiais em 2003, e as revistas Gamers e SuperGamePower tiveram destinos parecidos. Porém, na EGM Brasil 1, Fábio Santana deu notas 6,5/7,5/8,5/6 para os quesitos Visual/Som/Jogabilidade/Replay respectivamente, com a seguinte ressalva: "Mega Man não muda nunca".

De acordo com a revista japonesa Famitsu, Mega Man X6 foi o 7º jogo mais vendido no Japão durante a semana de lançamento com 39.318 unidades vendidas. O site Dengeki Online divulgou que Mega Man X6 vendeu um total de 106.980 unidades no Japão até o final de 2001, o que colocou o jogo na 109º posição no ranking de jogos mais vendidos do ano na região. O jogo foi eventualmente relançado no selo "PlayStation the Best" em 28 de Novembro de 2002. Além disso, o jogo também viu um lançamento limitado para PC na Coréia do Sul em 13 de Dezembro de 2002 e na Austrália em 13 de Junho de 2003.

Em retrospectiva, o site 1UP.com se referiu à Mega Man X6 como "descuidado" e citando vários problemas como o seu design como fases e cenários de fundo repetitivos.


Imagens e Vídeos

*Imagens retiradas do link: https://www.gamefaqs.com/ps/516512-mega-man-x6/images


"Moon Light" por Showtaro Morikubo legendado em português pelo Canal hunterdynamo.


"The Answer" por Showtaro Morikubo legendado em português pelo Canal hunterdynamo.


"I.D.E.A" por RoST, encerramento do jogo legendado em português pelo Canal hunterdynamo.


Galeria de Capas

No Japão, o jogo conseguiu alcançar um sucesso similar em vendas ao X5.

Bastante criticado nos Estados Unidos por sequer ter sido dublado em inglês, o jogo foi o menos popular em vendas da série até aquele momento na região.

Na Europa, a própria Capcom tratou de cuidar do lançamento do jogo dessa vez.

Como reflexo das suas ótimas vendas no Japão, o jogo foi relançado no ano seguinte ao seu lançamento juntamente com o X3, X4 e X5 no selo PlayStation the Best.

 Estranhamente, o jogo foi lançado como Mega Man X6 na Coreia do Sul com legendas em coreano e áudio em japonês.

Mais estranhamente ainda, na Austrália o jogo foi lançado como Rockman X6. Vai entender essas distribuidoras...


Artwork

Blade Armor

Shadow Armor

Mega Man X c/ Z-Saber

Zero

Gate (Cientista)

Isoc


Retratos

Commander Yammark

Ground Scaravich

Blaze Heatnix

Blizzard Wolfgang

Rainy Turtloid

Metal Shark Prayer

Shield Sheldon

Infinity Mijinion

Gate

High Max

Isoc

 Alia

Signas

Douglas

Mega Man X

Zero


Finalizando

A Capcom bem que tentou, mas lançado tão tarde assim na biblioteca do PlayStation o jogo acabou não recebendo tanta atenção quando foi lançado. É outro caso de jogo bom lançado na época errada...

E por hoje é só. Mega Man X6 fechou um ciclo na série X e mesmo com alguns acertos interessantes, querendo ou não, a franquia estava muito desgastada e precisava ser renovada por completo caso a Capcom quisesse mais lançamentos no futuro.  Já era uma realidade que Keiji Inafune não tinha nenhum controle sob a série naquele momento devido ao grande número de títulos que estavam saindo sem a sua supervisão, mas isso não quer dizer necessariamente que esses títulos sejam ruins, só não tem o seu toque pessoal. O Haruki Suetsugu provou por A+B que o Inafune lhe ensinou direitinho como fazer um jogo da série.

Keiji Inafune "se foi" para a série Mega Man Zero, uma série exclusiva do Game Boy Advance/Nintendo DS enquanto a Capcom organizava uma grande reformulação na série X. Em Mega Man X7, a série iria pela primeira vez chegar ao plano 3D e traria um novo personagem jogável: Axl. Mas isso é assunto para um outro momento, pois na próxima semana eu trarei não apenas 1 mas 2 posts sobre Mega Man Xtreme e Mega Man Xtreme 2, títulos lançados no Game Boy Color em 2000 e 2001 com mecânicas emprestadas de jogos anteriores da série juntando com um novo roteiro exclusivo para a plataforma. É importante dar uma olhada nesses títulos antes de partir para o X7.

Espero que vocês tenham curtido esse post e voltem na semana que vem pra curtir mais um!

Sigam-me os bons! \o\~~~~~~

Nenhum comentário:

Postar um comentário