segunda-feira, 25 de julho de 2011

The King of Fighters XIII


The King of Fighters XIII (SNK Playmore, Taito Type X2) - Lançada no dia 14 de Junho de 2011 nos arcades japoneses, é o 14º lançamento oficial da série se excluidos os remakes e relançamentos e também é o último capitulo da Saga de Ash Crimsom que se iniciou na KOF2003. Já estão confirmados lançamentos internacionais do jogo para PlayStation 3 e Xbox 360 distribuidos pela Atlus para serem lançados no dia 25 de Outubro de 2011.

O diretor do jogo, Yamamoto, deixou bem claro durante o desenvolvimento do jogo que queria deixar o mesmo mais aproveitável também para os jogadores que não conseguiam pegar o ritmo nos jogos anteriores, por isso ele optou por uma "volta às origens" porém sem voltar muito atrás, apenas na jogabilidade. Os gráficos são todos em HD e utilizam sprites desenhados a mão com estilo coreano de traço, uma coisa que não deixou os fãs muito satisfeitos pois alguns personagens foram desfigurados no processo.
História

O jogo continua a história que foi contada na XI, quando o lutador Ash Crimson absolveu os poderes de 2 dos descendentes dos clãs que selaram Orochi 1000 anos atrás, Chizuru Kagura e Iori Yagami, enquanto Kyo Kusanagi é o próximo alvo. Enquanto Elisabeth Blanctorche se prepara para acabar com os planos de Ash, os lutadores recebem novos convites para um novo The King of Fighters sob o titulo de "R".

Enquanto o time vencedor entra no Rose Stadium no final do jogo, Saiki coloca o seu trabalho em ação. Ele para o tempo e o resto dos membros do "Those From the Past" enfrentam os vencedores. Saiki diz aos outros membros para cumprirem suas ordens mas Mukai pede uma oportunidade para enfrentar os vencedores no lugar de Saiki. Ele fica perturbado pela rebeldia de Mukai em seguir as suas ordens e absorve os poderes dele - deixando-o morto no chão.

Então Saiki se transforma em sua forma mais elaborada e a luta começa contra os vencedores. Ele pretende usar a sua força aumentada para atravessar o tempo. Entretanto, enquanto a batalha acontece Botan percebe que o portal que os liga ao passado irá se fechar antes do fim da batalha. Antes que Saiki possa agir, ele é encurralado por Ash Crimson que rouba o seu poder.

É revelado então, que Ash só se juntou a Saiki para obter os poderes dos "The Sacred Treasures" para poder abrir o portal do tempo e não tem intenções de ajudar ele. Ash então é atacado por Saiki, que tenta atravessar o portal do tempo através do corpo de Ash. O time vencedor então o perseguem-nos através do portal do tempo e a batalha final ocorre dentro do mesmo contra Ash em sua versão "corrupta", Evil Ash".

Saiki é derrotado no portal mas continua persistindo em atravessa-lo, acreditando que o que está acontecendo agora não significará nada quando ele conseguir ir ao passado e fizer os seus novos planos. Entretanto, Ash o impede e fecha o portal, deixando Saiki preso no presente. Ash então revela que é um decendente de Saiki. Prendendo-o no portal, ele nega a existencia de Saiki no passado e ele acaba sumindo do mundo junto com ele.

Elisabeth então reconhece o esforço de Ash e segura a sua faixa, que foi a única coisa que sobrou de sua existencia.


Jogabilidade

O jogo remove alguns dos sistemas do anterior, como o "Guard Attack", "Critical Counter", "Clash System" e o zoom dinamico que deixava os personagens gigantes quanto estavam próximos, uma coisa que era clássica na série "Art of Fighting". Entretanto, novos sistemas foram implementados - deixando a jogabilidade ainda mais fluida e fácil para jogadores novos, o que a SNK Playmore queria.

A primeira das adições é o "EX Mode", que converte o golpe especial em golpes ainda mais fortes - com 1 barra é possivel usar o EX Special Moves e com 2 barras é usado o EX Desperation Moves. Basicamente, dependendo de quantas barras você tiver, o seu golpe especial ficará ainda mais forte.

Outra adição foi o "Hyper Drive", que permite que o jogador utilize o "Drive Cancel" ilimitadamente, permitindo que novos combos sejam feitos. E também voltaram com a multi-barra que foi introduzida na "The King of Fighters 97", acumulando até 3 especiais.

Além do EX Desperation Moves, uma nova classe de Desperation Moves entitulada "NEO MAX" foi incluida no jogo e usa as 3 barras especiais de uma forma parecida com os Desperation Moves da "The King of Fighters 2002". Eles podem ser cancelado com Desperation Moves normais, fazendo eles similares aos "Dream Cancels" da "The King of Fighters XI".


Personagens e Times

O jogo trouxe todos os personagens do jogo anterior, incluindo as duas personagens exclusivas da versão console Elisabeth Branctorche e Mature. Personagens que estão retornando ao jogo são Yuri Sakazaki, King e Mai Shiranui, que foi uma das maiores reclamações dos fãs no jogo anterior e elas voltaram com tudo agora. E também os times voltaram a ser organizados com excessão de Ash, que é um personagem solo na história.

Os finais também voltaram, fazendo com que justifique os trios completos para os finais. Personagens novos no jogo: Vice, no trio de Iori Yagami e Takuma Sakazaki no Art of Fighting Team. Hwa Jai, um personagem que não havia aparecido em nenhum jogo da SNK há não ser o primeiro Fatal Fury, faz aparição no time de Kim Kaphwan junto com Raiden. O time de K' também está de volta junto com Maxima e Kula Diamond, fazendo suas estréias no novo traço do jogo.

O "R" das cartas é revelado depois ser da Rose Bernstein, cuja mente está sendo controlada pelos "Those From the Past". Também foi confirmado pela Famitsu que o l utador Billy Kane é o primeiro lutador exclusivo para as versões consoles

E assim que ficaram organizados os times:

Japan Team: Kyo Kusanagi, Benimaru Nikaido e Goro Daimon
Fatal Fury Team: Terry Bogard, Andy Bogard e Joe Higashi
Art of Fighting Team: Ryo Sakazaki, Robert Garcia e Takuma Sakazaki
Yagami Team: Iori Yagami, Mature e Vice
Psycho Soldier Team: Athena Asamiya, Sie Kensou e Chin Gentsai
Women Fighters Team: King, Mai Shiranui e Yuri Sakazaki
Ikari Team: Ralf, Clark e Leona Heidern
Elisabeth Team: Elisabeth Blancthorce, Duo Lon e Shen Woo
Kim Team: Kim Kaphwan, Hwa Jai e Raiden
K' Team: K', Kula Diamond e Maxima

Personagem solo: Ash Crimson

Sub-chefe: Saiki

Chefe: Evil Ash

Personagens exclusivos da versão caseira: Billy Kane, Human Saiki, NESTS Kyo Kusanagi (DLC), Iori Yagami w/ Flames (DLC) e Mr. Karate (DLC)


Algumas screenshots e videos do jogo:

The King of Fighters XIII [Arcade]





The King of Fighters XIII Climax [Arcade, PlayStation 3, Xbox 360]*


*No PlayStation 3 e Xbox 360 o jogo não tem o sub-titulo "Climax", sendo esse exclusivo da versão Arcade, que não continha os personagens extras e fases novas.

Artwork:

Kyo Kusanagi

Benimaru Nikaido

Goro Daimon

Terry Bogard

Andy Bogard

Joe Higashi

Ryo Sakazaki

Robert Garcia

Takuma Sakazaki

Iori Yagami

Mature

Vice

Athena Asamiya

Sie Kensou

Chin Gentsai

King

Mai Shiranui

Yuri Sakazaki

Ralf Jones

Clark Still

Leona Heidern

Elisabeth Branctorche

Duo Lon

Shen Woo

Kim Kaphwan

Hwa Jai

Raiden

K'

Kula Diamond

Maxima

Ash Crimson

Saiki Awakened

Evil Ash

Human Saiki

Billy Kane

NESTS Kyo Kusanagi

Iori Yagami w/ Flames

Mr. Karate


The King of Fighters-i / The King of Fighters Android



Lançada em 07 de Julho de 2011, essa versão também foi produzida pelo Kei Yamamoto mas o time que desenvolveu-a foi um totalmente diferente do responsável pela versão Arcade. O time passou por alguns problemas ao adaptar o jogo devido a falta de balanço entre os golpes dos personagens e a IA deles.

O roster inicial de personagens foi reduzido e depois mais 6 personagens foram adicionado em Setembro daquele mesmo ano junto com um grande update. Billy Kane foi incluido devido a sua popularidade entre os fãs, porém alguns ficaram confusos com a falta do personagem Iori Yagami.

Devido a popularidade que foi bastante considerativa, o jogo foi levado as plataformas Android em 22 de Março de 2012 sob o título "The King of Fighters Android". Ambas compartilham as mesmas características: 14 personagens selecionáveis (Kyo, Benimaru, Goro Daimon, Terry, Andy, Joe, Iori, Mature, Vice, Ash, King, Mai, Yuri, K', Kula, Maxima, Elisabeth, Duo Lon, Shen Whoo e Billy Kane), todos os cenários da versão Arcade (porém estáticos, como se fossem uma foto), mesma trilha sonora e finais inclusos para todos os times.

Tamanha popularidade levou com que a SNK lançasse um grande update para a primeira versão do jogo que agora é conhecida na AppStore como "The King of Fighters i-003". O único defeito dessas versões iniciais para iOS e Android é a falta de um modo multiplayer via Wi-Fi ou Bluetooth, e no caso do Android o jogo não é widescreen, rodando com bordas pretas em certos aparelhos.

Em 03 de Maio de 2012, a SNK lançou uma versão para iOS entitulada "The King of Fighters i-2012", dessa contendo todos os personagens e estágios das versões caseiras e a possibilidade de comprar Iori Yagami com chamas e o NESTS Kyo Kusanagi via DLC, porém não incluiram Mr. Karate. Atendendo ao pedido dos fãs, o modo multiplayer via Wi-Fi e Bluetooth foi adicionado nessa versão.



Abaixo vocês pode conferir um pouco das 3 versões:

The King of Fighters-i 003:



The King of Fighters Android:





The King of Fighters-i 2012:





E por hoje é só! Ufa! No próximo post, que eu vou chamar de "Isso também é KOF" eu irei falar de spin-offs e alguns jogos desconhecidos que tem relações com a série. Tem RPG, jogo de tabuleiro e shoot 'em up baseados na série que são até bons! Vejo vocês na semana que vem com um novo post! Só pra completar com chave de ouro, logo abaixo eu vou postar os Cards Colecionáveis do jogo que estão no jogo "The King of Fighters i-2012"! Muito legais mesmo! Fui!

Sigam-me os bons! /o/~~~~~~


Cards Colecionáveis Temáticos:


*Esses não são todos os cards, há ainda mais no jogo para desbloquear.

7 comentários:

  1. ...e chega ao fim a saga da história do jogo de versus mais completo, polêmico e falado de todos os tempos. Tomara que lancem continuações.

    ResponderExcluir
  2. O mestre do Caratê Kyokugenryu Takuma Sakazaki como o Mr. Karate fica ainda mais assustador e intimidante com a máscara vermelha de Tengu, ainda é mais carismático do que Gouki/Akuma. Eu realmente gosto de como ele freqüentemente menciona a velha geração de lutadores de sua época e reconhecem os lutadores mais velhos das séries Fatal Fury, Art of Fighting e The King of Fighters como seus rivais e iguais (Jeff Bogard, Hanzo Shiranui, Saisyu Kusanagi, Lee Pai Long, Lee Gakushuo, Heidern, Chin Gentsai e Geese Howard).

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente, comprei o KOF XIII pra PS3 esperando um péssimo roteiro e eu tinha razão.

    O que mais me decepcionou é o que modo story do jogo é uma bosta, uma grande merda, que acontecem muitas coisas ao mesmo tempo, mas no final das contas são 4 finais ruins dos vilões e o final bom de sempre. Final também usado no arcade pra trios editados...

    O que mais irrita é que quem você escolhe não faz diferença, e isso não era pra chamar modo de história, porra, quantos jogos pegam um story mode e o personagem (no caso de KOF o trio) vira o principal e ele resolve a parada. Isso seria o máximo!!!

    Mas não, e me revolta saber que o final do jogo no arcade com os trios certos é sempre uma merda, finais bobos e alguns até meios non-sense, só 3 de 11 finais são legais no meu ponto de vista.

    E o pior de tudo é saber que só a Elisabeth resolve a parada, o resto acontece depois, ou seja, o trio que o jogador usar não vai fazer diferença no fim do Ash, por que só a Elisabeth resolve ¬¬ E os finais são sempre em torno de depois do torneio, nada relacionado ao Ash ou como derrotaram ele, infelizmente.

    Sinceramente... em roteiro os jogos novos de luta são decepção.

    KOF XIII, Soul Calibur V, Street Fighter IV, Tekken 6, e muitos outros.

    Só Blazblue que ainda tenta segurar um pouco a barra mas não tem a mesma eficiência porém o personagem que o jogador escolher vira o principal na história, pelo menos isso.

    Só que pelo menos, o gameplay do jogo é sensacional, melhor da série na verdade ao lado do KOF 2002 Unlimited Match, que pra jogar de versus ainda acho ele o melhor pela enorme quantia de personagens disponíveis.

    E o sistema de EX, junto com o novo modo de cancelamento ficou bem bacana e dinâmico no jogo, deu uma nova cara e ajudou muito. Além de ter ficado mais simples pra jogadores que desconhecem a série.

    Só espero que a SNK Playmore, caso continue a série, o que acho bem provável, dessa vez venha com um arco novo, e não seria má ideia, ter uma história de fundo e não ter um "final verdadeiro" e sim finais de acordo com os trios mais ou menos como em Street Fighter Alpha 3, mas é só uma ideia...

    Mas no geral, bom post, achei muito foda a abordagem e o modo como falou a respeito xD

    ResponderExcluir
  4. Uma coisa que eu percebi no Takuma Sakazaki em The King of Fighters XIII é que ele está um pouco gordo (Em Kof 94,95,99,2000,2002 e Neowave ele estava mais magro).

    ResponderExcluir
  5. clark e ralf parecem bombados demais, 100 falar no yori ,.....

    ResponderExcluir
  6. Cara, porque você parou de fazer essas matérias? Como sempre essa e todas estavam excelentes. Parabéns.
    Ass.: Fã Neo Geo/SNK.

    ResponderExcluir
  7. para ps2 e muito bonito e precisa de kof 2003

    ResponderExcluir