quinta-feira, 4 de julho de 2013

Shinsetu Samurai Spirits: Bushido Retsuden


Shinsetsu Samurai Spirits: Bushido Retsuden (SNK/Asatsu/Fuji Television, Neo Geo CD) - Lançado em 27 de Junho de 1997, o jogo foi lançado simultaneamente no Neo Geo CD, Sega Saturn e PlayStation exclusivamente no Japão e é um RPG que reconta a história dos 3 primeiros jogos lançados da série sob a visão de 6 personagens diferentes.

Como o o jogo não foi lançado em inglês, ele é conhecido amplamente pelo nome de "Samurai Shodown RPG". A tradução do título original significa: "Espirito Samurai, Uma História Verdadeira: Biografias Bushido."

História

A narrativa do jogo foca nos dois primeiros jogos da série. Como na época do seu desenvolvimento o terceiro jogo ainda estava pra sair e o quarto ainda não havia saído, eles ignoram totalmente os acontecimentos desses jogos - que acontecem entre o I e o II - e focam apenas nos acontecimentos dos dois jogos supracitados. Pequenas coisas aqui e ali foram mudadas, mas nada demais que atrapalhe o roteiro original do jogo.

Basicamente, a história começa com a ameaça de Amakusa Shiro Tokisada, que quer dominar o mundo e leva-lo à uma era de escuridão com os seus demônios. Logo depois de derrota-do, Mizuki aparece e toma o corpo da sacerdotiza Bizuki e novamente ameaça a terra com eras de escuridão e monstros.


Personagens

Cham Cham

Irmã do herói de Greenhell, Tam Tam, ela vai até o Japão para achar a pedra Palenke. Ela enfrenta Mizuki porque ela "precisa derrotar todos os caras maus".

Galford

Prestes a completar o seu treinamento com Hanzo, o seu filho, Shinzo, é possuído por Amakusa. Ele é deixado sozinho para lidar com Amakusa. Ele pretende fazer o mesmo com Mizuki.

Haohmaru

Enquanto estava no dojo do Nicotine, ele é confrontado por Amakusa que quer juntar forças consigo. Ele recusa e é surrado por Genjuro em um duelo. Quando ele acorda, ele começa a pensar sobre o seu próprio potencial e sai para acabar com Amakusa e encontrar respostas. Ele honra os desejos de seu mestre e vai atrás de Mizuki também.

Kibagami Genjuro

Humilhado por Amakusa por sua preferência por Haohmaru, ele sai para mata-lo. Quando Mizuki aterroriza o mundo, ele decide mata-la por puro interesse. Devido a sua arrogância, ele é o único herói que completa a sua história sozinho (com a excessão de Reon e seu animal de estimação que não luta)

Tachibana Ukyo

Doente e pretendendo livrar a sua amada Kei da preocupação, ele parte em busca de uma flor para o seu prazer. A flor que ele acha depois da morte da Amakusa é genuina, então como um favor para Nicotine ele vai atrás de Mizuki também.

Nakoruru

A sua mesma história original de defesa da natureza, porém com sua irmã Rimururu presente. Quando o seu pai foi morto por um urso selvagem, ela  vai atrás da raiz de todo o mal, Amakusa. A ressureição de Mizuki trás novamente apuros para a Natureza então ela vai novamente em busca de salva-la.


Desenvolvimento


O desenvolvimento do jogo foi amplamento divulgado e é bem conhecido entre os fãs da série. Ele foi anunciado na alta popularidade da série em 1995 e teve muitos adiamentos no processo, sendo finalmente lançado alguns anos depois. Durante algum tempo, rumores espalharam que o jogo iria ser cancelado, o que não aconteceu afinal de contas.

Conforme visionado originalmente, o jogo foi dividido em 3 episódios: um para cada jogo da série. Por um tempo, ele seria exclusivo do Neo Geo CD, mas devido à pressões durante o desenvolvimento e problemas financeiros levaram a SNK à lançar o jogo para os outros dois sistemas supracitados. Em um inesperado movimento de marketing, a SNK decidiu que cada uma das versões divia com apenas 2 dos 3 episódios, necessitando que o jogador comprasse duas copias do jogo para joga-lo inteiramente. Sem surpresas, esse plano resultou em uma grande irritação dos fãs e logo foi descartado.

Eventualmente, a medida que o desenvolvimento foi passando, os executivos decidiram que iriam descartar o terceiro capítulo inteiramente e mudaram o foco para apenas os dois primeiros, para que o jogo fosse lançado mais rapidamente. Esse talvez tenha sido a única razão pela qual o plano original da SNK não foi colocado em prática. Finalmente, ele foi lançado no meio de 1997 e recebeu análises variadas. Enquanto foi elogiado por conter animações fluidas e visual em 2D, o jogo foi bastante criticado pela grande quantidade de telas de carregamento.

Além disso, especulações sobre uma versão localizada que seria lançada nos Estados Unidos pela Working Designs se espalharam, mas os rumores se provaram falsos logo em seguida e o jogo permanece apenas no Japão até hoje.


Jogabilidade

Os elementos básicos do jogo são bem similares a maioria dos RPG de console, como Final Fantasy. Os personagens andam pelo mapa, entram em cidades e cavernas e participam de batalhas que ocorrem em uma tela separada. O menu de opções permite equipar armaduras e acessórios, assim como fazer o uso de itens.

No geral, é dada a opção para o jogador escolher entre 6 personagens para ser o "protagonista" da história. São eles: Haohmaru, Nakoruru, Genjuro Kibagami, Galford D. Weller, Ukyo Tachibana e Cham Cham. A história não diverge muito de um para o outro, mas cada um deles tem seus próprios dialogos durante as conversas e também cenas únicas que entram em detalhes sobre a história do mesmo. Além disso, para ajustar melhor a continuidade do personagem, certas histórias foram levemente modificadas baseadas no personagem escolhido.

Com o passar do jogo, dois outros personagens podem se unir ao seu grupo (há menos que o escolhido seja Genjuro, que só ganha um parceiro na sua segunda história). Os personagens secundários que podem se unir ao grupo são: Charlotte Christine Colde, Rimururu e Kyoshiro Senryo, assim como outros personagens "principais" que você não tenha escolhido. Além disso, o segundo capítulo introduz um novo personagem: um guerreiro que atende pelo nome de "Shippuu no Reon", que traduzido significa "O Zumbido dos Ventos Tumultuosos". Todos os personagens dos dois primeiros jogos da série aparecem no jogo, seja como um ajudante temporário, dando dicas de como avançar ou como inimigo.

De um certo lado, as mecânicas de combate são diferentes de Final fantasy em vários aspectos. A variação mais significante da fórmula é a opção que permite o jogador utilizar comandos no direcional para fazer os golpes especiais dos personagens manualmente, assim como eles eram feitos nos jogos de Arcade, ao invés de simplesmente escolhe-los em uma lista. Isso, combinado a velocidade média do combate, faz com que aumente um pouco a duração do mesmo, e requer um pouco de noção sobre os golpes dos personagens também.

Taticalmente, o jogo varia bastante em sua dificuldade. O segundo capítulo é notavelmente mais dificil do que o primeiro e o botão de ataque por comando é raramente útil em comparação aos golpes usados pelo menu nessa hora. Os personagens ganham uma ampla quantidade de "spirit points" no qual são usados para fazer esses movimentos, e como eles são sempre necessários é preciso utiliza-los com inteligencia.

Enquanto armaduras e acessórios podem ser comprados e quipados, não há armas sendo vendidas em local nenhum. Cada personagem utiliza a mesma arma durante todo o jogo e jogadores podem visitar ferreiros para "temperar" suas armas e faze-las mais fortes. Esses ferreiros também podem infundir nas armas elementos que podem mudar os golpes do personagem dependendo de qual for escolhido.

As várias cavernas e mapas do mundo tendem a ser bem pequenos, o que compensado com uma alta taxa de encontro com inimigos pelo caminho. Em média, em um único mapa as lutas começam em torno de 3 à 5 segundos depois que o personagem começa a se movimentar, e esse tempo diminui se você estiver correndo.

O jogo dura em média de 20 à 25 horas se você excluir as telas de carregamento.


Diferenças Entre as Versões

Enquanto que a jogabilidade essencial do jogo é similar entre a versões, pequenos detalhes e diferenças podem ser encontradas entre as 3 versões, uma vez que o desenvolvimento foi dividido em 2 times diferentes.


  • A versão do Neo Geo CD tem muito mais animações de combate do que no PlayStation e Saturn, incluindo animações únicas de batalha e morte para os monstros.
  • O menu da versão Neo Geo CD tem mais ornamentos e cores, enquanto que no PlayStation e Saturn eles são mais limpos e nas cores púrpura e verde.
  • Os movimentos no Neo Geo CD tem um visual mais vibrante do que as outras versões.
  • No mapa do mundo do Neo Geo CD, o sprite do personagem é uma versão reduzida do seu sprite normal, enquanto que no PlayStation é um sprite totalmente novo.
  • A versão do Neo Geo CD roda em resolução nativa de 304x224, enquanto que no PlayStation e Saturn o jogo roda em 320x240.
  • As pausas de áudio entre as animações são menores no Neo Geo CD do que nas outras versões.
  • As versões do PlayStation e Saturn tem cortes significantes nas animações de andar e correr dos personagens.
  • A versão do PlayStation permite que o jogador escolha a intensidade de um golpe normal depois de escolhido o alvo, enquanto que a versão do Neo Geo CD não permite isso.
  • A versão do PlayStation mostra uma barra chamada "Active Time Battle", que não está presente na versão do Neo Geo CD.
  • As músicas no PlayStation tem qualidade maior que as outras versões, com samples PCM em maior biltrate.


Conteudo Extra

As diferenças mais notáveis entre as 3 versões são bônus que são desbloqueados depois do termino do jogo.


  • Neo Geo CD: Um terceio "mini-capítulo" é habilitado, aonde o jogador controla Hisame Shizumaru enquanto ele anda pelo mapa e vê vários personagens da SNK vindos de outros jogos.
  • PlayStation: O modo "side story" é habilitado, que permite que o jogador veja sequencias não-interativas sobre outros personagens da série.
  • Sega Saturn: O modo "interview" é habilitado, e permite que o jogador assista uma sequencia longa e não interativa de vários personagens. Esse modo está disponível no PlayStation ao utilizar um arquivo de save modificado.



Algumas imagens e videos do jogo:


PlayStation:






Saturn:






Finalizando

Apesar de ser considerado um spin-off devido as suas mudanças no roteiro que não foram utilizadas posteriormente e o fato do jogo só ter sido lançado em inglês por fãs não ofuscam o trabalho simples porém muito bem feito que pode ser visto no jogo. É tudo muito simples, desde a história até mesmo os gráficos e a trilha sonora, mas não tira o charme do produto final que deve ser jogado tanto por fãs da série quanto para fãs do gênero RPG se estiverem procurando por algo diferente.

Na semana que vem, eu trago pra vocês Samurai Shodown 64! E não, ele não foi lançado para Nintendo 64, mas sim para a placa de Arcade lançada em 1997 pela SNK chamada de Hyper Neo Geo 64, que era um hardware 3D com CPU 64-bits que eles investiram para alcançar uma nova audiência nos Arcades, porém o tiro acabou saindo pela culatra. Para conhecer o jogo e um pouco da história desse hardware, fique ligado que na semana que vem você irá ficar por dentro! Vejo vocês na próxima!

Sigam-me os bons! \o\~~~~~~

5 comentários:

  1. Pô, não sabia que tinha sido lançado pra PS, senão teria corrido atrás dele na época. Não rolou nenhuma tradução feita por fãs?

    ResponderExcluir
  2. Parabens pelo blog. Ótimas materias; espero que continue publicando matéria do Neo Geo/SNK. Valeu.

    ResponderExcluir
  3. Eu cheguei a procurar esse game em minha cidade no auge da série no PSP, mas não tive muito sucesso. O anime contribui muito para a fama da série naquele tempo hehehe. Só fui saber do RPG na busca do anime xD

    Parabéns pelo artigo, excelente amigo ^^

    ResponderExcluir
  4. amigão, legal e tal , mas e o download do jogo caraaaaaaaaaaaaa ?????????????????????????????

    ResponderExcluir
  5. Eu n entendo...é um jogo só lançando no JP e tem legendas em Ingles?

    ResponderExcluir