quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Shadow of the Ninja / Ninja Gaiden Shadow / Ninja Gaiden Trilogy


Shadow of the Ninja (Natsume, Nintendinho) - Lançado no dia 10 de Agosto de 1990, é um jogo de ninja com tema futurista em 2D nos mesmos moldes de Ninja Gaiden, porém aqui você pode escolher entre dois personagens que tem habilidades distintas. O jogo foi relançado no Virtual Console do Nintendo Wii em 14 de Junho de 2010.
A história se passa no ano de 2029, com o ditador do mal Imperador Garuda tendo massacrado os Estados Unidos da América e construido uma grande base de operações no meio da maior cidade do país (nao é citado nomes no jogo). Para acabar com os planos de Garuda e vingar as vidas inocentes que foram tiradas pela sua tirania, dois mestres ninja do Clã Iga, Hayate e Kaede são enviados para se infiltrar na base de operações e acabar com ele.

O jogo pode ser jogado inteiramente com 2 jogadores simultaneos, cada um controlando um dos ninjas. Não há nenhum golpe ou habilidade que é usada com os 2 simultaneamente. Os personagens podem correr, agachar, subir escadas atacar e pular como na maioria dos jogos de plataforma 2D do gênero, mas também podem se pendurar em um plataforma submersa e se mover sobre ela.

Há um ataque especial que pode ser feito segurando o botão de ataque por alguns segundos e soltando-o para chamar uma tempestade de raios que irá acabar com todos os inimigos presentes na tela, porém ao custo de metade da sua barra de life. Há duas espadas no jogo: a Katana e a Kusarigama.

Enquanto a Katana é melhor de perto e pode ser usada em qualquer direção (diagonal ou horizontal) a Kusarigama só pode ser usara horizontalmente e de longe - ela não funciona tão bem de perto quanto a Katana. Se você pegar uma arma na qual já está empunhando, o seu poder de ataque irá aumentar em até 3 níveis porém se levar muito dano esse poder de ataque irá diminuir ao nível normal.

Há também sub-armas como shurikens e granadas que podem ser usadas de acordo com a quantidade que você pega. Cada uma das 4 armas são adquiridas ao destruir caixas espalhadas pelas fases, além de potions que ajudam a revitalizar a barra de life. Jogando de 2, a potion aparecerá com a cor do personagem que a achou e apenas ele poderá usar.

São 5 fases divididas em 3 estágios, sendo que a última é dividida em apenas 2. Há vários tipos de inimigos, incluindo chefes e sub-chefes para derrotar até chegar o objetivo. A barra de life também é salva antes do começo da próxima fase, o que significa que se você acabou a fase anterior nas últimas continuará nessa situação. Há 5 continues disponíveis e no modo 2 jogadores os continues são divididos entre os 2.


Algumas imagens e videos do jogo:





O jogo fez um sucesso razoável por onde passou e a Natsume estava planejando uma versão para o portátil Game Boy na época, porém como a Tecmo comprou os direitos de distribuição do jogo ela acabou mudando o projeto para um novo jogo da série Ninja Gaiden. Vocês conferem esse jogo agora:



Ninja Gaiden Shadow (Natsume, Game Boy) - Lançado em 13 de Dezembro de 1991, foi o primeiro jogo da série à ser lançado em um portátil da Nintendo. O jogo começou a ser feito como uma versão portátil do jogo "Shadow of the Ninja" da Natsume, porém a Tecmo decidiu mudar o jogo no meio do seu desenvolvimento para um título da série Ninja Gaiden.

O jogo se passa 3 anos antes do primeiro Ninja Gaiden de NES, com Ryu Hayabusa tentando salvar New York das forças do Emperador Garuda (Emperador Gulf na versão européia), um servante de Jaquio. São 4 fases, divididas em 3 partes cada com um chefe no final de cada uma.

A jogabilidade foi simplificada em comparação ao original. Ao invés das várias habilidades ninjas, Ryu utiliza apenas o ataque normal de sua espada e o ataque Roda de Fogo que pode ser carregado para até 5 usos. Enquanto ele não pode pular nos muros, ele pode se segurar em canos suspendidos como em Ninja Gaiden III e utilizar seus golpes enquanto está suspendido.

Ryu também esetá equipado com um grappling hook que permite que ele alcance lugares altos demais para o seu pulo. Como nas versões clássicas, ele pode achar poções, scrolls para usar o roda de fogo mais vezes e vidas extras destruindo os containers. Uma das poucas faltas que os jogadores irão sentir nessa versão é que só há cutscenes no começo e no final do jogo, devido à pouca memória dos cartuchos de NES na época.

Algumas imagens e videos do jogo:







Com isso, eu cobri todos os 4 jogos clássicos da série Ninja Gaiden. Embora seja considerado um spin-off, Ninja Gaiden Shadow é uma ótima opção pra quem quer aprender a jogar a série, já que o ritmo é mais lento e os comandos são bastante parecidos.

Agora vocês vão conhecer um pouco mais sobre Ninja Gaiden Trilogy e suas pequenas diferenças em relação ao original...



Ninja Gaiden Trilogy (Tecmo, Super Nintendo) - Lançado em 1995 no Super Nintendo, é obviamente uma coletânea com os 3 jogos da série lançados no NES com algumas melhoras e pequenas mudanças.

Os gráficos foram retocados mas o "Paralaxx Scrolling" foi removido dos cenários. Censuras foram feitas no jogo também: o sangue de vermelho ficou verde, foram removidos objetos como pentagramas e também foram censuradas algumas falas por causa do código familiar da Nintendo.

Algumas músicas foram removidas, como algumas faixas de Ninja Gaiden III que foram substituidas por músicas do primeiro Ninja Gaiden e as cutscenes com músicas editadas e cortadas pela metade. Em contrapartida, um sistema de password foi adicionado que permitia o jogador à continuar a partida na fase em que ele tinha parado da última vez. Isso é válido para qualquer um dos 3 jogos, não só no Ninja Gaiden III como na versão original.

A única mudança significativa para os jogadores foi a volta da dificuldade mais fácil, continues infinitos e revisão de danos no Ninja Gaiden III, que havia sido modificado na versão americana original e a trilha sonora com novos arranjos.

Esse jogo pode ser encontrado como um extra desbloqueável do Ninja Gaiden de Xbox.

Algumas imagens e videos do jogo:









E com isso terminei de falar sobre todos os jogos clássicos da série Ninja Gaiden. Como toda série de sucesso, o jogo rendeu muitos outros produtos como um OVA de 45 minutos lançado em 1991, algumas adaptações para Mangá apenas no Japão e 3 mini-games feitos pela Tiger Electronics baseados nos 3 jogos da série. Esses 3 mini-games você pode conferir abaixo:





E por hoje é só. Um dos ditados gamísticos que eu mais gosto é "Todo jogo de ninja é bom". Eu sempre que vejo um título com esse tema já vou olhando videos, testo e jogo porque eu realmente gosto das histórias, que geralmente são bem trabalhadas, e os personagens também sempre tem um apelo à vingança o que só torna o jogo mais interessante.

Se vocês estiverem sobre a nova trilogia que está saindo recentemente e o jogo do Nintendo DS, eu não falarei ainda porque eu ainda não terminei nenhum deles mas adianto pra vocês: é um novo Ryu Hayabusa, que tem uma aprendiz que anda sempre conm ele ajudando, o jogo se passa nos tempos atuais e tem fortes ligações com o jogo "Dead or Alive". Quem sabe em breve eu não fale sobre essa nova cronologia aqui no blog?

Se vocês gostam de jogos de ninja, eu já falei aqui no blog sobre todos os jogos da série Shinobi que haviam sido lançados até 2010, basta dar uma procurada básica ali no menu. E é isso ai, post de número 90 concluído e também o último do ano de 2011, que venha 2012 e muito mais posts pra vocês.

Vou começar o ano falando de um dos meus jogos de plataforma 3D favoritos de todos os tempos, portanto aguardem um longo post já no começo do ano! Vejo vocês lá!

Sigam-me os bons! \o\~~~~~~

3 comentários:

  1. João, ouvi dizer que na versão SNES foram removidas fases, isso é verdade?
    Marcelo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fases removidas não, o que aconteceu é que devido a censura da Nintendo eles acabaram removendo alguns elementos do cenário como sangue e crucifixos, além de algumas frases modificadas também. Única coisa removida mesmo foi 2 músicas do Ninja Gaiden III que eles substituiram por 1 música do I e outra do II.

      Excluir