quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Ninja Gaiden II: The Dark Sword of Chaos


Ninja Gaiden II: The Dark Sword of Chaos (Tecmo, NES) - Lançado no dia 6 de Abril de 1990 para Nintendinho, o jogo se passa 1 ano depois dos acontecimentos do primeiro Ninja Gaiden. Também viu um lançamento para Commodore Amiga e DOS feito pela Gametek e lançados em 1991. Em 2007, foi a vez do Virtual Console do Nintendo Wii receber a versão do Nintendinho.

A história gira em torno do imperador do mal Ashtar que, depois de ouvir que Jaquio foi derrotado, coloca em vigor o seu plano de dominar o mundo e mergulha-lo em escuridão através de uma espada amaldiçoada chama "Dark Sword of Chaos" (Espada Negra do Caos). Um agente das Forças Armadas Americanas chamado Robert. T. Sturgeon recruta Ryu Hayabusa e diz para o mesmo que ele é o único que pode acabar com os planos de Ashtar.

Apesar da história de Ninja Gaiden II ser mais previsível do que a do primeiro jogo, ela ainda era o ponto mais forte do jogo. As cutscenes também voltaram, dessa vez totalizando 27 minutos, 2 a menos que o jogo anterior.

Os gráficos foram melhorados consideravelmente, agora com cenas de chuva, teias por toda a tela e também raios e trovões caindo e iluminando a tela por alguns minutos pra você avançar por uma floresta escura. Eles foram bem criativos dessa vez nas fases, elas são bem mais variadas e longas.

A jogabilidade por sua vez, foi a maior melhoria aqui: agora é possivel subir com tranquilidade toda e qualquer parede - basta colocar para baixo ou para cima que Ryu subirá ou descerá pela mesma - no primeiro isso só era possivel em escadas. A grande novidade aqui também foi o jutsu que adicionava até 3 sombras à Ryu e elas também causavam danos aos inimigos - facilitando um pouco o desafio nos chefes.

Sobre a dificuldade: ela subiu um pouco em relação ao anterior, mas de um jeito bom - pode ficar tranquilo que quando você morre no último chefe, vai voltar bem pertinho dele já. Esse também é considerado pelos fãs como o melhor da série, pelas evoluções na jogabilidade, os gráficos melhorados e também as fases bem mais criativas.

Quanto a versão do Amiga/DOS, a única grande diferença é que Ryu nessa versão usa uma roupa laranja ao invés de azul e a trilha sonora foi adaptada para cada um dos computadores - o resto se manteve praticamente intacto.

Algumas imagens e videos do jogo:

Nintendinho:







DOS:







Amiga:



E por hoje é só. Para aqueles que não leram a primeira parte e estão se perguntando: "pô, mas e a versão do Super Nintendo?', eu estou guardando ela para o último post, junto com o Ninja Gaiden Shadow do Game Boy para render um post um pouco maior, já que as informações sobre a versão do GB são poucas e eu não tive a oportunidade de falar dele no primeiro post porque já estava muito grande. Pode ficar tranquilo que tudo vem no seu tempo.

No próximo post, obviamente, irei falar de Ninja Gaiden III e vocês vão saber porque ele é o menos favorito dos fãs da série. Vejo vocês na semana que vem!

Sigam-me os bons! \o\~~~~~~

2 comentários:

  1. Olá! Nossa o seu blog é muito legal! Honestamente não conhecia, mas estava no retroplayers e vi o link do seu blog! Vc possui muito material postado e pretendo aos poucos dar uma lida em tudo! As materias de Sf são muito legais e foram as primeiras que ohei! Parabéns
    Obs: segue o link do meu blog caso queria dar uma olhada : http://32-128bits.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Está ficando muito bom essa analise (materia) sobre a trilogia NG. Parabens!!!
    Aguardando o parte final.

    ResponderExcluir